<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d1683737356227611907\x26blogName\x3drulote\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://rulote.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://rulote.blogspot.com/\x26vt\x3d-1687760607276517664', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ 16.4.12

Fantasmas

Em 1983, dois homens adultos (estes tipos), que a mais de cem metros das suas residências quase ninguém conhece, inventaram a música e letra da canção Like a Virgin (incluindo aquele "ooh!" em falsete) e ofereceram-na (é uma forma de dizer) a uma cantora jovem e fresca, embora, na altura, ainda sem notoriedade que lhe permitisse encher o Pavilhão do Sangalhos numa sexta-feira à noite. Não querendo apagar as qualidades transgressoras da Madonna dos primeiros tempos, parece-me inegável que ela, sozinha, teria sido incapaz de transformar a sua irreverência sexual num refrão suficientemente forte para conquistar a simpatia deste mundo cruel e, mais tarde, um lugar na colectânea Jackpot. Digam o que disserem, há nestas transfusões criativas um pouco de beleza. E Billy Steinberg e Tom Kelly são apenas dois dos generosos fantasmas que atravessam as boas músicas más a que ninguém sabe resistir ou escapar. Agora, em pleno séc. XXI, a máquina na sombra carbura assim.

0 Comments:

Enviar um comentário

<< Home